sexta-feira, 21 de novembro de 2008

"A culpa é do sistema!"

Tenho algumas queixas a fazer e nem sei por onde começar. Se pelo sistema informático do banco no qual sou titular de uma conta, pelos sistemas informáticos dos nossos queridos fornecedores de electricidade, água e gás ou pelo sistema informático da nossa saúde.
Reparem que não me vou queixar das entidades em si, porque como apurei, eles não têm culpa de nada por tudo o que o sistema (automático) faz!
Agora eu pergunto-me se o sistema faz tudo, porque raio é que são precisas as pessoas nos balcões de atendimento? Servirão só para nos confundirem e convencerem-nos a não a apresentar reclamações no tão famoso livrinho?
Pois é, todos os sistemas, hoje em dia, para além de protecções de segurança, firewalls, antivírus, precisam de pessoas “esclarecidas” nos balcões de atendimento para nos convencerem do seguinte: “-Ai, não faça isso, sabe que não vai dar em nada! O sistema manda-lhe uma carta de três em três meses, muito bem escrita a dizer sempre que está a tentar resolver a sua questão, até você se cansar!”
Há coisas que me custam dizer, e uma das coisas é queixar-me dum país que tem tudo para ser um paraíso, mas que a falta de competência, a capacidade de desenrasque e um sentido de oportunismo bruto, aliados à falta de personalidade e vergonha na cara, tornam este país um verdadeiro oásis para “Chico Espertos”.
Digam-me quem pode ser honesto neste país? É o salve-se quem puder!!!
Gaja do R/c Esquerdo

1 comentário:

Joao disse...

"Este pais é para Zezinhos"...um titulo muito sugestivo para os Irmãos Coen fazerem um filme sobre Portugal...
Na verdade o nosso pais nunca será capaz de evoliur mentalmente...vamos ter de sujeitar-nos PARA SEMPRE a estas pessoas (que se que se podem chamar!)
Não há pais tão "MAMÃO" (como diria "O CHATO" d´Os Contemporâneos)

Beijinhos e Abraços

Passem no meu blog tb
PS: para verem a excelente rábula do Chato dos Contemporaneos, liguem a RTP1, sabado à 00:00